Que outras Mulheres desejem Cristo como nós desejamos – Mulheres Valentes

O projecto Mulheres Valentes surgiu como grupo no dia 19 de Março de 2009 quando um conjunto de mulheres de várias denominações nomeadamente Neia Zacarias, Justina Munjenje, Mayca Zau, Margarida Savity, Suzena Gaspar, Ester Quessongo, Zuleica Elavoco e Neide Lopes saiam para orar juntas no monte. 

 

A ideia de ir além sempre foi um desejo e por isso não houve limites. “Não nos bastamos com as com as vigílias simplesmente, decidimos criar oficialmente um grupo, que não realizasse apenas esse tipo de encontros, mas outros eventos que congregaria mulheres com o objectivo de incentivar outras mulheres a buscar a Deus a se comprometerem verdadeiramente com ELE”. Mas a visão surgiu em 2006 na ETED (Escola de Treinamento e Discipulado).

 

Temos membros de cinco dominações, IECA, ADP, CARISMA, ADP MONTE SINAI, METODISTA UNMIDA e IEIA. A nossa relação com as igrejas é boa, pois nosso o alvo é resgatar mulheres do mundo e encaminhá-las a uma igreja de sua preferência.

 

A ideia do projecto mulheres surgiu para discipular e evangelizar mulheres a se tornarem exemplos ou modelos em Cristo para outras mulheres, e que através de JESUS fazer com que as mulheres ímpias desejem andar na presença de Deus e servir a Deus. 

 

Entendemos que as mulheres cristãs devem firmar o seu compromisso com Cristo, dedicando suas vidas a serviço do Senhor.

 

Quando o grupo começou, apenas mulheres é quem pregavam e faziam tudo para gloria de Deus nos nossos encontros. Desde aqueles primeiros dias nada mais foi igual, tudo foi se tornando mais forte até acordadas as ideias vinham. Passou de um sonho e ficou a convicção de que na verdade era realmente Deus falando assim como podemos ver hoje.

 

“Acreditamos que o projecto mulheres valentes é o sonho do coração de Deus sendo realizado através de grandes mulheres incansáveis que dão a Deus o seu melhor”. 

 

Não importa quem sonhou, mas quem abraçou, obedeceu e realizou o Sonho de Deus. Todas valentes sonharam por isso estamos aqui para honra e glória de Deus. O nome do grupo teve origem na Bíblia no livro de Juízes, baseada na história de Débora, a mulher que julgava o povo de Israel naquela época. Ela foi levantada por Deus para livrar o seu povo da opressão do inimigo. Débora era uma mulher Valente, dai surgiu o nome Mulheres Valentes.

O propósito é alcançar mulheres ímpias, descrentes e levá-las para Cristo. “Queremos ser um modelo a seguir entre as mulheres na face da terra. Que outras mulheres decidam largar o pecado e viver para Cristo se espelhando em nós”

 

Não é um desafio fácil, mas possível em Cristo Jesus. O maior desfio do projecto mulheres valentes é tirar mais mulheres da prostituição, e levá-las a presença de Deus, aos pés de Jesus. Para além de conferências o grupo tem outras actividades como: vigílias, discipulado, evangelismo, intercessão, realizamos também chá de mulheres, workshops e actividades sociais de solidariedade a lares da 3ª idades e crianças desfavorecidas. 

Têm ainda em carteira a escola de treinamento da mulher Valente onde mulheres serão treinadas a receberam ferramentas para se tonarem melhores, sábias, virtuosas, valentes dentro dos padrões de Cristo e para gloria de Deus. A escola abrange mulheres casadas, solteiras, noivas, a fim de prepará-las para toda boa obra em todos os aspectos.

 

A visão é levar as mulheres a ter um relacionamento íntimo com Deus. A nossa inspiração é o amor de Deus e o sacrifício de Jesus por nós. 

 

O amor pelas almas perdidas e sobre tudo mulheres é o nosso foco. Os obstáculos tem sido a falta de apoios por parte de algumas igrejas e a falta de financiamento para realização de algumas actividades. Queremos ter o nosso espaço para realização das nossas actividades e podermos trazer algumas conferencistas internacionais em nossas actividades e também de outras províncias de Angola.

 

Esta actividade foi a oitava conferência do grupo e teve como tema: Princesas e não plebeias, baseado no livro de IPedro 2:9. O evento teve a duração de três dias.

Reportagem: José Kundy

Foto: Ailton da Silva

Comente

Instagram did not return a 200.