Escola Internacional de Missões Victory Brazil abre academia em Angola

Cinquenta e nove alunos de várias denominações religiosas concluíram com êxito o primeiro curso de formação de missionários que decorreu em Luanda.

César Augusto, Bispo da Igreja Internacional da Fé, frisou que o objetivo da Escola é suprir a necessidade da palavra que ainda há no mundo. 

O Bispo acrescentou ainda, que o carácter interdenominacional e não-lucrativo da academia permitem a todos participar das formações visando despertar corações por intermédio da palavra de Deus.

Em representação da Escola Internacional de Missões VICTORY BRASIL filiada a Internacional VICTORY BIBLE Institute em Oklahoma nos EUA, César Augusto garantiu a nossa reportagem que “os missionários agora formados são a resposta de Deus para cada alma perdida.” Angola é o segundo país no mundo a receber a Escola VICTORY.

Fé para mudar o mundo, Justiça de Deus, Vida de oração e Missões mundiais, são quatro das dezoito matérias que compõem o curso de missões que visa formar homens para levar a palavra de Deus ao mundo e trazer uma nova esperança aos perdidos.

Felizes por concluirem os dez meses de formação, Flora Diogo e João Rafael falaram a equipa da Supremo.

A primeira declarou que “a formação em missões reprenta mudança de vida e transformação.” Recém formada, Flora pretende usar os conhecimentos adquiridos para formar novos missionários.

“Ide e pregai o evangelho a toda a criatura”, foi a frase de inspiração para João Rafael,  o jovem que é líder de protocolo na sua Igreja sentiu-se tocado pela necessidade de obter conhecimento para levar o amor de Cristo aos que não conhecem JESUS.

O comando da Escola Internacional de Missões, VICTORY BRASIL-ANGOLA está nas mãos do Pastor António Kilandandy, o Director da Escola falou em entrevista a nossa equipa durante a cerimônia de outorga de diplomas aos primeiros finalistas do curso. Na ocasião, António Kilandandy, declarou que a obra de Deus em Angola necessita muito de obreiros qualificados para levar o evangelho há muitas zonas do país onde ainda não conhecem a palavra de Deus.

O pastor destacou, que Angola tem a graça de receber a primeira escola da VICTORY no continente africano, tornando-se assim na base para a propagação aos outros países do continente berço.

Relativamente aos elementos espirituais, o líder explicou que ” não se pode fazer missões sem preparo Espiritual, porque missões significa tirar pessoas das trevas para a maravilhosa luz.” Kilandandy disse também, que  o curso trás matérias sobre o Caracter de Deus e essas ajudam os alunos a terem a preparação Espiritual que precisam.

Para fazer a formação na Escola de Missões VICTORY BRASIL-ANGOLA, os candidatos devem ser membros de uma igreja e ter o mínimo de dezesseis anos de idade.

Reportagem: Gerson Santos

Fotos: Ailton Silva

Comente